Arquivo Mensal: Abril 2017

  1. Saiba quais os possíveis perfis de metabolização dos medicamentos analisados no Teste Farmacogenético

    Metabolizador normal

    As pessoas que possuem dois alelos normais ou tipo selvagem são denominadas de metabolizadores normais (67% da população), pois não apresentam variantes alélicas que possam alterar drasticamente a biotransformação dos fármacos. Para essas pessoas são recomendadas as doses padrões a serem usadas de cada medicamento, indicadas nas bulas dos mesmos. Assim prescritas, essas doses farão o efeito esperado em seu organismo. Nota-se que um indivíduo comumente é portador de alguns genes normais e outros genes com presença de variantes. Todas essas combinações são avaliadas pela GnTech para a elaboração dos laudos.

    Metabolizador pobre ou metabolizador lento

    Nesse caso, a pessoa é portadora de dois alelos com variantes que, geralmente, reduzem ou abolem a atividade da enzima (17% da

    Leia mais »
  2. Polimorfismos dos genes CYP2D6 e CYP2C19

    Os distúrbios psiquiátricos, como a depressão, têm uma taxa de falha ao tratamento inicial, variando entre 30% e 50%, o que pode, em parte, ser atribuído aos efeitos adversos ou às diferentes concentrações das drogas utilizadas no plasma sanguíneo do paciente.

    Atualmente há um grande interesse na psiquiatria por biomarcadores, que podem ser medidos experimentalmente e indicam a ocorrência de uma determinada função normal ou patológica de um organismo ou uma resposta a um agente farmacológico. Eles auxiliam no prognóstico das possíveis respostas do medicamento ao tratamento, tendo em vista a importância clínica e socioeconômica do distúrbio depressivo, o longo período de tempo para se obter uma resposta aos agentes antidepressivos e a difícil abordagem da depressão resistente ao tratamento.

    Somente após

    Leia mais »
  3. Transtorno de Ansiedade: Principais causas e sintomas

    A ansiedade nada mais é do que um estado emocional de apreensão, ou seja, uma expectativa de que algo ruim aconteça e geralmente está acompanhada de uma série de reações físicas e mentais totalmente desconfortáveis ao indivíduo.

    Um estudo publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria afirma que a ansiedade é uma reação normal de basicamente todos seres humanos diante de situações que podem provocar medo, dúvida e até mesmo expectativa. No entanto, quando esses sentimentos persistem por longos períodos de tempo e passam a interferir de maneira negativa e direta nas atividades do dia a dia, a ansiedade deixa de ser natural e passa a ser considerada um motivo real de preocupação.

    Esse é na verdade o principal sintoma do transtorno da ansiedade

    Leia mais »