Um estudo realizado na Universidade de Insubria, na Itália, analisou a aplicação do teste farmacogenético para guiar o tratamento de bipolaridade. O exame testa como os medicamentos tendem a reagir no organismo do paciente, de acordo com suas informações genéticas. Com isso, apresenta quais medicamentos devem ser mais eficazes e apresentar menos riscos de efeitos colaterais.

 

O que é a Bipolaridade?

A bipolaridade é um transtorno mental que leva a mudanças de humor, de energia e na capacidade de realizar tarefas cotidianas. Os pacientes com transtorno bipolar apresentam crises com picos muito contrastantes de euforia e depressão. Os sintomas podem afetar as relações pessoais e a carreira profissional.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 140 milhões de pessoas no mundo possuem a doença. Ela é uma das principais causas de incapacidade.

 

Pesquisa indica que Teste Farmacogenético torna tratamento mais seguro e eficaz

A pesquisa acompanhou o tratamento de 30 pacientes com transtorno bipolar que fizeram o exame. Os pacientes estavam em tratamento por 9 anos e meio em média e já haviam passado por 3 tratamentos.

Os pesquisadores observaram a compatibilidade entre os tratamentos previamente prescritos e resultados do teste. A análise apontou que apenas 13% dos pacientes estavam em um tratamento “ideal”, em que os medicamentos não sofriam interferência dos genes do paciente para seu desempenho.

O teste farmacogenético também indicou que 27% dos pacientes estavam em tratamento com remédios que ofereciam risco de efeitos colaterais. Outros 10% estavam em um tratamento sujeito a alteração metabólica, ou seja, que poderia não ter o resultado esperado.

Entre os pacientes que tiveram o tratamento redirecionado após o exame, 40% apresentou uma melhora significativa. O grupo apresentou, por exemplo, redução dos sintomas e nos efeitos colaterais e melhor resposta aos medicamentos

O teste farmacogenético para bipolaridade pode ser feito no Brasil. O laboratório GnTech® é pioneiro na realização do exame do país e possui dois exames que analisam os medicamentos utilizados no tratamento do transtorno bipolar

 

TotalGene®

O TotalGene é a versão mais completa do farmacogenético, analisando 175 fármacos e 60 genes. Ele é indicado para quem quer ter uma base personalizada de dados, guiando vários tratamentos para quem enfrenta doenças com especificidades diferentes. 

Abrange medicamentos das áreas de Psiquiatria, Cardiologia, Oncologia, Infectologia, entre outras.

 

PsicoGene®

O teste farmacogenético PsicoGene indica quais medicamentos e dosagens tendem a ser mais seguros no tratamento da Depressão, Ansiedade, TDAH, Bipolaridade, Síndrome do Pânico e doenças da mente em geral. 

O PsicoGene analisa 95 fármacos e 32 genes da família dos antidepressivos, antipsicóticos, ansiolíticos, anticonvulsivantes, estabilizadores de humor, psicoestimuladores, entre outros. 

 

Referências: Artigo The utility of pharmacogenetic Testing to support the treatment of bipolar disorder, Jornal Pharmacogenomics and Personalized Medicine.