psiquiatria

  1. 1/4 das Mães no Brasil podem ter depressão pós-parto diz estudo:

    De acordo com Mariza Theme que liderou um estudo juntamente com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Brasil uma a cada quatro mulheres sofrem de depressão pós-parto. Os principais sintomas são medo, culpa, irritabilidade, ansiedade, indisposição, tristeza, insônia, desânimo e, em casos mais extremos, a rejeição do bebê.

    Segundo o médico psiquiatra Guido Boabaid May, em entrevista ao site fofurites.com, a depressão pós-parto é uma doença que, quando não tratada, pode tornar-se crônica e incapacitar a mulher para cuidar de seu filho, além de trazer grande sofrimento para ela e seus familiares. “É causada por uma combinação de fatores: genéticos, ambientais, psicológicos, hormonais e neuroquímicos e deve ser diferenciada da tristeza pós-parto, que

    Leia mais »
  2. Tratamento Tradicional x Medicina Personalizada

    As variantes genéticas (também chamadas de polimorfismos genéticos) ocorrem em toda a população. Algumas variantes genéticas são benignas, ou seja, não produzem qualquer efeito negativo conhecido, e outras variantes podem ser associadas a doenças ou a resposta e metabolismo de medicamentos.

    Tratamento tradicional

    Ao iniciar o esquema farmacológico para tratar uma condição particular, os profissionais de saúde geralmente prescrevem um dos vários medicamentos disponíveis. As dosagens e tempo de resposta dos fármacos são baseados na taxa prevista de um paciente metabolizar normal/extensivo.

    Clinicamente, no entanto, cada pessoa reage de forma diferente para cada tratamento.  Quando o tratamento não atinge os efeitos esperados, o profissional de saúde,

    Leia mais »
  3. Saiba quais os possíveis perfis de metabolização dos medicamentos analisados no Teste Farmacogenético

    Metabolizador normal

    As pessoas que possuem dois alelos normais ou tipo selvagem são denominadas de metabolizadores normais (67% da população), pois não apresentam variantes alélicas que possam alterar drasticamente a biotransformação dos fármacos. Para essas pessoas são recomendadas as doses padrões a serem usadas de cada medicamento, indicadas nas bulas dos mesmos. Assim prescritas, essas doses farão o efeito esperado em seu organismo. Nota-se que um indivíduo comumente é portador de alguns genes normais e outros genes com presença de variantes. Todas essas combinações são avaliadas pela GnTech para a elaboração dos laudos.

    Metabolizador pobre ou metabolizador lento

    Nesse caso, a pessoa é portadora de dois alelos com variantes que, geralmente, reduzem ou abolem a atividade da enzima (17% da

    Leia mais »
  4. Polimorfismos dos genes CYP2D6 e CYP2C19

    Os distúrbios psiquiátricos, como a depressão, têm uma taxa de falha ao tratamento inicial, variando entre 30% e 50%, o que pode, em parte, ser atribuído aos efeitos adversos ou às diferentes concentrações das drogas utilizadas no plasma sanguíneo do paciente.

    Atualmente há um grande interesse na psiquiatria por biomarcadores, que podem ser medidos experimentalmente e indicam a ocorrência de uma determinada função normal ou patológica de um organismo ou uma resposta a um agente farmacológico. Eles auxiliam no prognóstico das possíveis respostas do medicamento ao tratamento, tendo em vista a importância clínica e socioeconômica do distúrbio depressivo, o longo período de tempo para se obter uma resposta aos agentes antidepressivos e a difícil abordagem da depressão resistente ao tratamento.

    Somente após

    Leia mais »
  5. Testes farmacogenéticos: Por que fazer?

    O que é o teste farmacogenético e para que serve?

    Grandes revoluções vêm tomando conta do cenário médico mundial, e uma dessas revoluções são os testes farmacogenéticos. Embora sejam ainda pouco difundidos no Brasil, esses testes têm ganhado algumas partes do território brasileiro e já podem ser encontrados em alguns consultórios, clinicas, laboratórios e hospitais.

    Nos roteiros de filmes, os pacientes são submetidos a testes e recebem a resposta de qual medicamento é mais eficaz contra determinada doença. Tal cenário começa a se transformar em realidade, ou seja, é a ficção invadindo o mundo real e trazendo uma série de benefícios a quem já faz uso dessa novidade tecnológica

    Leia mais »