Existem inúmeras alternativas para melhorar os sintomas da depressão, um deles estava sendo cotado como promissor,  a técnica conhecida como  estimulação cerebral de corrente contínua (tDCS).

Conforme  Dr. André Buroni, livre-docente do Departamento de Psiquiatria da FMUSP e diretor do Serviço de Neuromodulação Interdisciplinar do Instituto, este tratamento auxilia na estimulação cerebral utilizando-se da corrente contínua. O aparelho é colocado sobre o córtex dorsolateral pré-frontal do paciente, que é uma área que apresenta atividade diminuída em pessoas com depressão.

Leia mais »