O Ácido Fólico, também chamado de Vitamina B9, é conhecido por ser uma das vitaminas essenciais para o corpo, que pode ser ingerido via alimentos ou suplementação alimentar. Em nosso organismo, o Ácido Fólico passa por um processo de metabolização, que o transforma em L-METILFOLATO, uma molécula essencial para diversas funções.

(DHFR)
(MTHFR)
Ácido fólico keyboard_arrow_right Dihidrofolato keyboard_arrow_right Tetrahidrofolato keyboard_arrow_right 5,10 Metilenotetrahidrofolato keyboard_arrow_right L-Metilfolato

A ENZIMA MTHFR e o GENE MTHFR

Para que o Ácido Fólico se transforme em L-Metilfolato é preciso a ação de uma enzima, chamada MTHFR (metilenotetrahidrofolato redutase), que é codificada por um gene de mesmo nome, o gene MTHFR.

Algumas pessoas carregam polimorfismos nesse gene que podem reduzir a função desta enzima e, consequentemente, a produção do L-METILFOLATO. Identificar essa condição genética é um passo importante para entender o seu organismo, otimizar tratamentos e prevenir condições de risco para potenciais doenças.

MTHFR NA PSIQUIATRIA

DEPRESSÃO E ANSIEDADE

Ao entender se você possui ou não polimorfismo no gene MTHFR, é possível identificar características genéticas do seu corpo que podem potencializar tratamentos de quadros de depressão e/ou transtornos de ansiedade.

A atividade da enzima MTHFR é essencial para a produção de Metilfolato em nosso cérebro, refletindo na regulação da produção dos neurotransmissores: serotonina, dopamina e noradrenalina, que em baixas quantidades podem contribuir para um quadro de depressão e para uma possível resistência a tratamentos com antidepressivos, influenciando na eficácia desses medicamentos.

MTHFR NA GESTAÇÃO

MAUS RESULTADOS

GESTACIONAIS

Ao entender a presença ou não de polimorfismo em seu gene MTHFR, é possível identificar possíveis condições de risco à gestação (perdas recorrentes).

A homocisteína é um aminoácido presente em nosso corpo, mais precisamente no plasma do sangue. Esse aminoácido em excesso gera uma condição, chamada hiper-homocisteinemia. A hiper-homocisteinemia tem sido associada a complicações na gestação e, apesar de sua origem multifatorial, pode estar relacionada com deficiências enzimáticas hereditárias. Polimorfismos no gene MTHFR, por exemplo, podem afetar a função da enzima de mesmo nome e a produção de L-Metilfolato que, reduzido, pode limitar a conversão da homocisteína, permitindo seu acúmulo.

MTHFR NA CARDIOLOGIA

CARDIOPATIAS

Analisando possíveis polimorfismos no gene MTHFR é possível identificar potenciais fatores de risco para doenças cardiovasculares e eventos tromboembólicos

A concentração em excesso de homocisteína - um aminoácido presente no plasma do sangue – pode estar ligada a deficiências nas enzimas que participam do seu metabolismo, como a MTHFR, por exemplo. Polimorfismos no gene MTHFR, podem gerar limitações na produção de L-Metilfolato, substância essencial para impedir o excesso de homocisteína.

O Teste Genético MTHFR, da GnTech®, realiza a análise dos polimorfismos c.677C>T ec.1298A>C do gene MTHFR e, a partir dessa análise, também identifica o nível de Atividade Enzimática Predita para a enzima MTHFR.

Polimorfismos analisados:

rs1801131 (c.1298A>C) e rs1801133 (c.677C>T).

Outras análises:

Emissão de atividade enzimática predita (enzima MTHFR).

Prazo de entrega:

7 dias úteis*

*a partir da chegada da amostra no laboratório.

Método:

qPCR (Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real)

Coleta:

Swab Bucal (coleta domiciliar e não invasiva)

PREÇO

5x de

R$110,00

ou

R$495,00

(à vista)


A GnTech® é um laboratório focado em genética humana que oferece maior eficiência e assertividade para os tratamentos médicos.


TotalGene®, PsicoGene®, OncoGene®, InfectoGene® e CardioGene® são marcas registradas.


Av. Rio Branco, 380 - Sala 105

CEP 88015-200, Centro

Florianópolis - SC

+55 48 3028-9788

WhatsApp

+55 48 99916-5264

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta

8h às 17h45

Inscreva-se


Digite seu endereço de e-mail para nossa lista de discussão para se manter atualizado.